Home Notícias Fale Conosco
Notícia
27 de Fevereiro de 2010

Reunião anual de representantes regionais

     Os representantes de 17 regionais, do total de 24, reuniram-se, no dia 18 de fevereiro, na nova sede social da União dos Clubes de Gateball do Brasil, sita à Praça Barão de Japurá, 166, Vila Guarani – Capital, SP., para traçarem as diretrizes administrativas para o ano corrente.  Cada regional deve organizar o seu calendário juntamente com a diretoria da União e demais regionais, para evitar conflitos de horário, assim declara o secretário geral Seizi Oga da União.
     Os representantes presentes foram:  Toshinori Takamura  (Capital/São Paulo),  Yukio Honda (ABC),   Teruo Tagomori (Seitô),  Tatsuki Konno (Central),  Mitsuru Minami (Sudoeste), Teruo Onari (Vale do Paraíba), Hideharu Kunitake (Seihoku), Seijiro Nagata (Fernão Dias),   Masao Shimazaki (Noroeste),  Zensho Yamamoto  (Sorocabana), Mitsuo Kannami  (Tohoku-SP),  Nelson Mori  (Paraná I), Tsuneo Hashimoto  (Paraná II),  Minoro Saito (Paraná III),   Masayuki Inomata  (Paraná IV),   Kazushi Sugahara (Rio de Janeiro)  e Osamu Iwashiro (Mato Grosso do Sul e Mato Grosso).  
     A reunião que teve início às 9:30 horas durou cerca de 4 horas. Os assuntos em destaque foram: a) situação das regionais e perspectivas para o ano 2010; b) organização do esquema de desenvolvimento das atividades da UCGB;  c)  anseios e propostas das regionais à diretoria da União.
     Os dirigentes das regionais são unânimes em relatar que está havendo uma redução significativa do quadro de gatebolistas nos clubes filiados, exceto a regional Capital/SP, onde o quadro tende até mesmo a aumentar, com a admissão de novos associados, principalmente na Associação Saga de Gateball, que é a maior entidade existente atualmente no país com cerca de 180 associados.  
     A redução do quadro é decorrente principalmente do afastamento dos antigos, por morte ou por idade, e não preenchimento das vagas, na mesma proporção, por novos elementos. Isso é compreensível, pois as crianças e os jovens possuem muitas opções de esporte, aliado à falta de tempo por seus deveres de estudo ou de trabalho. Muitos clubes não conseguem formar equipes de cinco jogadores, por falta de atletas, principalmente na categoria dos jovens. Para solucionar esse problema, há sugestões do tipo junção das associações da mesma regional para formar equipes integradas por jogadores de diferentes associações, ou organizar torneios com equipes mistas de três idosos e dois jovens, sem a divisão em categorias kooreisha e soonen.
     No norte do Paraná, os dirigentes decidiram  organizar o torneio Rengô-hai, deste ano, conjuntamente entre as regionais Paraná II,  Paraná III e Paraná IV, a fim de aumentar o número de participantes.
     Duas propostas interessantes foram apresentadas à diretoria, uma para melhorar e agilizar as comunicações da UCGB para regionais, em especial dos assuntos relacionados às alterações de regras de gateball, e outra para que seja estudada a viabilidade da ampliação de toaletes no estádio de gateball do Centro Esportivo Prof. Riyuzo Ogawa. A sugestão do presidente Sugahara da regional Rio consiste na elaboração e envio periódico do boletim de notícias do Rengô para todas as regionais. Naturalmente, essas notícias deverão ser repassadas pelas regionais às suas respectivas associações.  A proposta do banheiro feita pelo presidente Kunitake de Seihoku-SP é uma ratificação do pedido apresentado anteriormente pelo presidente Onari da regional Vale do Paraíba, por ocasião da Assembléia Geral ocorrida em janeiro.
     Única regional que mantém funcionamento regular do GATA-Grupo de Apoio Técnico em Arbitragem é da Capital/SP.  Segundo relato do presidente Takamura, houve recomposição do GATA e o trabalho do grupo está centrado na observância de regras e obediência às disciplinas (manners), tanto dos jogadores quanto dos árbitros. O GATA acompanha e orienta os árbitros na condução da cerimônia do início de uma partida, sempre no primeiro jogo dos torneios realizados nos clubes pertencentes à regional a fim de treiná-los para os grandes campeonatos oficiais.  A regional ABC seguirá o mesmo exemplo, declara o presidente Yukio Honda.
     Complementou, no final da reunião, o secretário geral Seizi Oga, lembrando a todos que o site da UCGB (www.gateballrengo.org.br), assim como Google (www.google.com.br) estão disponíveis a qualquer pessoa que tenha acesso a internet, onde, além das notícias mensais do Rengô, existem informações completas a respeito do gateball.   A maioria dessas informações é alimentada e atualizada pela União dos Clubes de Gateball do Brasil.


« Voltar
 
UCGB - União dos Clubes de Gateball do Brasil | Todos os direitos reservados