Home Notícias Fale Conosco
Notícia
06 de Julho de 2009

Campeonato Brasileiro de GB dos árbitros

     A 8ª edição do Campeonato Brasileiro de gateball dos árbitros, promovido pela União dos Clubes de Gateball do Brasil, aconteceu no dia 7 de junho, com a participação de 150 árbitros oficiais.
      Embora se intitule Campeonato de Gateball, o evento possui um objetivo muito maior do que simples competição, trata-se de um encontro dos árbitros oficiais para o treinamento de arbitragem com vistas a seu aprimoramento, sob supervisão e coordenação do diretor de arbitragem, Hatiro Honda, e orientadores designados pelo departamento de arbitragem.
     Às sete horas da manhã, iniciou-se, no Estádio de GB do Centro Educacional e Esportivo Prof. Riyuzo Ogawa, a recepção dos árbitros seguida de sorteio para a formação de equipes.  Às oito horas, teve a cerimônia de abertura na ocasião em que o presidente Toru Hondo e outros diretores enfatizaram a importância deste encontro que é, na realidade, uma extensão do curso de arbitragem. Num curso de arbitragem, diante de grande número de participantes, a oportunidade de praticar, por exemplo, a cerimônia de abertura com todos aqueles dizeres, não é oferecida a todos.  Praticando arbitragem numa competição verdadeira, a responsabilidade de árbitros aumenta, pois deixa de ser uma simulação. Ademais, podem ser observados com maior atenção os acertos e os erros cometidos pelos árbitros, com a oportunidade de corrigir, quando necessário, e efetuar comentários a respeito.
     As trinta equipes constituídas disputaram utilizando seis quadras, tendo em cada quadra um orientador e, no mínimo, três auxiliares portadores do título de 1º ou de 2º grau.
     O assunto que mais chamou atenção dos participantes foi o spark, especificamente no que tange à obrigatoriedade da indicação da direção de arremesso do takyuu, de acordo com a norma convencional da UCGB. As perguntas mais frequentes foram do tipo “em que momento do procedimento de spark deve-se fazer a indicação?”, “é obrigatório ou não dizer spark antes do lançamento?”, “deve-se fazer ou não indicação quando se quer aproveitar o takyuu da equipe adversária e quando se lança para fora da quadra o takyuu da própria equipe, nos momentos finais de uma partida?”.
     Enfim, todos tiveram a oportunidade de demonstrar suas habilidades e muitos receberam elogios, enquanto outros foram orientados para melhorar em alguns aspectos, tais como em gesture, postura, posicionamento coordenado com seu parceiro (renkei) e manner.
     Nas competições, a classificação geral foi conforme segue: em 1º lugar, a equipe de Takashi Iramina com Kayoko Inoue,  Toshiko Sato, Kazue Okada e Mary Nozaki;  em 2º lugar, a equipe de Toshinori Takamura com Hideo Takano, Noriko Yoza, Mitsuko Fukushima e Kisato Imamura;  e, em 3º lugar,  a equipe de Yuriko Okuyama com Ryoko Endo, Heico Taira, Akeko Tamashiro e Hemico Arakaki.


« Voltar
 
UCGB - União dos Clubes de Gateball do Brasil | Todos os direitos reservados